genebaldo

Educação Ambiental – princípios e práticas 2a. ed.

03. Educação Ambiental – princípios e práticas        1993 2ª. Ed.,399 p., livro Em pouco tempo a primeira edição se esgotou. O autor sugeriu, então, já processar uma nova edição revista e ampliada, uma vez que muitos eventos importantes para a EA e para o historia ambiental tinham ocorrido. Afinal, à época, vivia-se a efevercência da evolução da EA no País. Edição esgotada.

Populações Marginais em Ecossistemas Urbanos 2a. ed.

04. Populações marginais em ecossist. urbanos   1994, 156 p., 2ª. Ed.,livro Devido a grande procura pela obra, foi providenciada no IBAMA uma nova edição (revista e ampliada). Nesta edição o autor deu sequência às suas observações (o que aconteceu com a população estudada, dez anos depois). A importância dessa obra é tal que já se encontra pronta uma 3ª.edição (também revista e ampliada) para impressão, aguardando trâmites burocráticos. Alguns exemplares reminiscentes desta 2ª.edição ainda podem ser encontradas no CNIA – Centro de Informação Ambiental do IBAMA, em sua sede central, em Brasília (telefone 61-3316-1205).

Projeto de Educação Ambiental da UCB

11. Projeto de Educação Ambiental da UCB     2000, 14 p., livreto Esse livreto foi produzido especialmente para o Projeto de Educação Ambiental da UCB, por meio da Diretoria de Programas Comunitários da Pró-Reitoria de Extensão da UCB. Tod@s @s calour@s e funcionàri@s que entravam na UCB assistiam a uma palestra do Prof.Genebaldo. Nessa ocasião esse livreto era distribuído. Continha 55 sugestões de contribuições individuais para a sustentabilidade. Atos simples do cotidiano das pessoas que podiam contribuir para melhorar o quadro de degradação sócio-ambiental vigente. Esse livreto teve tiragens sucessivas e por cinco anos foi distribuído também em ações de extensão …

Projeto de Educação Ambiental da UCB Leia mais »

Elementos para a percepção das questões ambientais

12. Elementos para a percepção das questões ambientais  2000, 40 p., livreto Livreto produzido para o Projeto de Educação Ambiental da Universidade Católica de Brasília que coordenava. Destinava-se à distribuição gratuita aos professores(as), alun@s, funcionári@s e visitantes da UCB. Trazia um resumo dos principais desafios ambientais locais e regionais, e as formas de enfrentá-los individual e coletivamente. Em cores e de excelente material gráfico, com capa do brilhante Newton Scheufler, o livreto era distribuído gratuitamente. O livreto serviu de base para muitas publicações corporativasorientadas aos seus programas de educação ambiental, a exemplo de empresas do Pólo Petroquímico de Camaçarí, BA …

Elementos para a percepção das questões ambientais Leia mais »

Manual d@ Voluntári@

15. Manual d@ Voluntári@     2002, 60 p., manual Quando era Diretor do Parque Nacional de Brasília, afastou-se para o doutorado. No retorno, contando com a grande colaboração do então Diretor (Elmo Monteiro da Silva Jr) coordenou o Programa de Educação Ambiental do Parque, imlantando projetos e de formação e instrumentação que se tornaram referência nacional. No Parque criou trilhas com interpretação ambiental, montou exposições e equipamentos de senso-percepção (ilha da meditação, riachinho, labirinto e outros) e sistematizou cursos para professores e para pessoas que haviam cometido crimes ambientais e recebiam como pena alternativa, fazer os seus cursos. Nessa caminhada, formou …

Manual d@ Voluntári@ Leia mais »

Fundamentos de Educação Ambiental

16. Fundamentos de Educação Ambiental     2004, 108 p., 2ª.ed, livro UCB Com o aumento do número de turmas e o envolvimento de alunos de outros cursos foi necessário incorporar novos artigos nessa obra destinada a uso interno da UCB. Essa publicação causou um grande reboliço em Brasília, principalmente no meio religioso e educacional. Trazia um artigo intitulado “A responsabilidade sócio-ambiental das religiões” onde denunciava a omissão das grandes religiões em relação à crise ambiental global. Cristianismo (2,0 bilhões de fiéis no mundo), Islamismo (1,18) e Hinduísmo (0,75) juntos representam 65% dos fiéis do mundo, e até então nenhuma delas havia …

Fundamentos de Educação Ambiental Leia mais »

Ecos de um Projeto de Educação Ambiental

18. Ecos de um Projeto de EA     2005, 84 p., livro UCB O Prof.Genebaldo implantou na Universidade Católica de Brasília (1999 a 2005) o mais completo e sistêmico Projeto de Educação Ambiental em uma instituição à época. Dado às suas características inovadoras o projeto rapidamente se tornou uma referência nacional. Com matérias sucessivas na mídia nacional, chamou a atenção pela praticidade, objetividade e transparência dos resultados obtidos, consolidados por um conjunto de indicadores de avaliação. Essa publicação (única edição) sob o patrocínio da VIVO (pois ali ocorreu a primeira coleta seletiva de baterias de celulares no País), em cores, resume …

Ecos de um Projeto de Educação Ambiental Leia mais »

Meio Ambiente

21. Meio Ambiente     2006, 28 p., livreto O Prof.Genebaldo foi consultor da Cetrel S.A., empresa de proteção ambiental do Polo Petroquímico de Camaçarí, Bahia, por vários anos. Planejou, executou e avaliou o seu Programa de Educação Ambiental com inovações na área industrial. O reconhecimento da excelência do programa veio por meio da conquista de vários prêmios nacionais (TOP de Ecologia e PNQ – Programa Nacional de Qualidade, por exemplo). Esse livreto é o segundo de uma linhagem que criou para compor os materiais formacionais dos cursos, oficinas e palestras para professores, comunidades e visitantes que oferecia por meio do PEA …

Meio Ambiente Leia mais »

Queimadas e Incêndios Florestais

24. Queimadas e Incêndios florest./cenários e desafios   2010, 35 p., livreto Livreto escrito pelo Prof.Genebaldo para o Programa de Educação Ambiental do Prevfogo-IBAMA. Faz parte dos recursos formacionais do processo de prevenção. Destina-se às oficinas e cursos de formação para professor@s e agentes comunitários que irão desenvolver atividades de Educação Ambiental referente a temática fogo na vegetação. Traz análise das principais causas dos incêndios florestais, examina as suas conseqüências (para a sociedade e para os ecossistemas) e enunmera as alternativas de soluções. Traz ainda um conjunto de sugestões de atividades práticas de Educação Ambiental e um apanhado das leis brasileiras …

Queimadas e Incêndios Florestais Leia mais »

Rolar para cima